01/02/08

Expandir as Fronteiras / Expanding the Borders


Tenho andado a fazer videos de como tricotar à portuguesa e a colocá-los no youtube. Ainda fico um pouco engasgada a falar para a camara e penso que qualquer pessoa no mundo vai poder ouvir os meus disparates, mas queria expandir as fronteiras desta nossa maneira de tricotar.

Gostaria de ter algum feedback das minhas visitantes, o que acham? Devo continuar e ir fazendo novas técnicas ou devo melhorar a forma como explico ou como falo?

Sei que são muitas perguntas, mas se tiverem um tempinho para as responder fico muito grata :)

I've been making videos of how to knit in the portuguese way and put them on youtube. I still gag a little when I talk to the camera and think anyone in the world will be able to hear my non-sense, but I wanted to expand the borders of our way of knitting.

I'd like to have feedback from my visitors, what do you think about them? Should I continue to record and try new technics or should I improve the way I explain or the way I talk?

I know its' a lot of questions, but if you have a little time to answer them I'd appreciate :)


Aqui está o link para um dos videos.
http://br.youtube.com/watch?v=kUAdSwpUBI0

Here's a link for one of the videos.
http://br.youtube.com/watch?v=N8ILEQtEapU


6 comentários:

Tina disse...

podes continuar!! Está muito bem!

Denise disse...

Eu adorei seu vídeo !
Você se expressa e explica muito bem.
Pode fazer outros,e, principalmente a continuação deste. Fiquei super curiosa, pois tricotamos de maneira bem diferente.
Beijos

ZzabeLinha disse...

Olá !!
Vim aqui parar porque pesquisei trapilho e Abrantes e cá estavas tu.Como temos algumas coisas em comum,fiquei curiosa.
Gostei da visita,vou voltar outras
vezes.
Beijinhos

Isabel

Mamã Martinho disse...

Estive só agora a ver alguns dos teus videos. Gostei muito. Acho que consegues explicar muito bem! No meu caso, não costumo prender o fio com a mão direita da mesma forma, mas isso são promenores que quando se tricota se vão adaptando. Continua!

Bjs

Mónica

Vanessa disse...

Chuana,
tentando aprender tricô, encontrei os teus vídeos. Lembro-me de uma amiga de minha avõ, que tricota à maneira portuguesa. Tuas lições são muito esclarecedoras. Por favor, continue publicando-as. Será um prazer aprender contigo.
Abraço,
Vanessa Pacheco
Brasília-Brasil

Catarina disse...

Olá Joana!

Já não tricotava há mais de uma década e para recomeçar estou a frequentar um workshop em Haia, perto de onde vivo. Na primeira aula a formadora ficou encantada quando viu q eu tricotava à portuguesa. Na segunda, qd chegou altura de me ensinar a diminuir malhas para fazer uma flor a coisa encalhou. Acabamos por conseguir fazer a transição da técnica à inglesa para à portuguesa, mas não foi fácil. Resolvi fazer uma pesquisa por "portuguese knitting" para preparar a próxima aula. Achei as tuas explicações muito úteis e super claras. Obrigada pela tua ajuda e pelo contributo para manter a tradição de tricotar à portuguesa!! Catarina